top of page
  • Writer's pictureWagner Rodrigues

Remodelada, Praça Sebastião Fumagalli ganha área para esportes radicais

INAUGURAÇÃO


O prefeito Mario Botion e a vice-prefeita Erika Tank entregaram, na manhã de hoje (29), as obras na Praça Prefeito Sebastião Fumagalli, localizada sob o Viaduto Paulo D’Andréa, no Jd. Maria Bruschi Modeneis. A intervenção desdobrou-se em três frentes: recuperação de estrutura hidráulica, construção de área para prática de esportes radicais e melhorias de acessibilidade.

O investimento é de R$ 336,8 mil, com recursos do Finisa. Também compareceram à inauguração, o vereador Farid Zaine e os secretários Edson Moreno Gil (Chefe de Gabinete), Dagoberto Guidi (Obras e Serviços Públicos) e Sérgio Moreira (Comunicação Social).

Em relação ao córrego Barroca Funda, que passa por baixo da praça, houve a recuperação da antiga tubulação metálica, com concretagem de aproximadamente um terço da estrutura. Segundo Guidi, essa intervenção era necessária para evitar erosões e preservar a fundação do viaduto.

“Este local recebeu intervenções e se tornou mais um espaço para a prática de esportes radicais”, disse Botion.



A preocupação com a segurança da população esteve presente em todo o projeto, considerando-se que o viaduto Paulo D’Andréa, inaugurado em 2012, não dispõe de passagem de pedestres. Quem segue a pé pelo local, observa Guidi, deve obrigatoriamente passar embaixo do viaduto e atravessar a rotatória.

Nesse sentido, o local recebeu melhorias, com a instalação de calçamento para pedestres, garantindo a travessia segura por meio das faixas elevadas existentes no local. “Este aproveitamento do espaço público permitirá sua utilização por parte dos esportistas”, comentou Erika Tank.


SKATE PLAZA


O destaque da intervenção é o Skate Plaza, uma área destinada à prática de esportes radicais e ao lazer da população. Um dos idealizadores do projeto, praticante de esportes radicais e tecnólogo civil da prefeitura, André Luís Ferraz, afirmou que o conceito de aproveitamento de áreas urbanas ociosas, no caso, os vãos dos viadutos, é comum em países como EUA, Japão e Rússia.

“São áreas cobertas, em que os jovens podem praticar diversas atividades, como bike, parkour, skate, patins, entre outras”, disse. Para proteção dos esportistas, foram construídas muretas de 60 centímetros de altura, em média, entre o calçamento e a via. Em breve, telas serão instaladas sob o viaduto para evitar a permanência de pombos.


 Fonte: Secretaria de Comunicação Social

Fotos: Adilson Silveira


13 views0 comments

Comments


bottom of page